Domingo, 19 de Maio de 2019
Sim & Não

Lewandowski, Cidadão do Amazonas


ricardo_AB2CC48E-9486-459B-83BE-FE37B83828D5.JPG
18/04/2019 às 07:09

A depender do presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), deputado Josué Neto (PSD), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, será agraciado com o título de Cidadão do Amazonas, em sessão especial com dia e hora ainda não definidos. Conforme a proposta do parlamentar, o ministro “sempre atuou de forma a defender os interesses da Zona Franca de Manaus”, incluindo decisão de 2017 sobre a isenção de PIS/Cofins. 

Que fase A homenagem a Ricardo Lewandowski acontece exatamente no momento em que, no Brasil inteiro, a atuação de ministros do Supremo é questionada.

Indignação 1 O senador Plínio Valério (PSDB) está entre os críticos da atuação dos membros do STF. Ele se mostrou revoltado com a censura do ministro Alexandre de Moraes às reportagens da revista Crusoé e do site O Antagonista sobre o “Amigo do amigo de meu pai”, uma referência de Marcelo Odebrecht a Dias Toffoli.

Indignação 2  À coluna, Plínio Valério disse que vê o desenrolar do caso com  “apreensão”, até porque tanto Dias Toffoli quanto Alexandre de Moraes decidiram ignorar os apelos da PGR e do Senado.

Alerta “A tempestade perfeita só surpreende causando catástrofe porque se ignoram os pequenos eventos que antecedem o desastre”, afirmou Valério. “Quando a maior Corte da República insiste em nos provocar e desafiar com atos dessa natureza, atraindo para si toda a antipatia da Nação, é hora de fazermos alguma coisa antes que aconteça o pior”, avisou.

Contra “Se há algum deputado federal do Amazonas que vai apoiar a Reforma da Previdência, a pedido da deputada Joice Hasselmann, eu não vou. Voto contra essa proposta”. Do petista José Ricardo, sobre a investida da líder do governo por apoio da bancada do Estado para a aprovação da reforma.

Ponderação Na avaliação de José Ricardo, a proposta do governo Bolsonaro “não resolve o problema da previdência, pois não cobra os que devem, não combate os privilégios e só prejudicará os trabalhadores de renda mais baixa e, principalmente, as mulheres, os professores, os idosos, os trabalhadores rurais e as pessoas com deficiência”.

Mas já? A eleição municipal está bem longe, mas em Nova Olinda do Norte a fase do vale tudo tem direito à prévia. Denúncia anônima já arquivada pelo MPE-AM é usada no município para azucrinar o  empresário Maurício Assad, dono da Yem Serviços Técnicos e Construções, que é bem cotado para a disputa do município. 

Má-fé A denúncia dizia que a empresa de Assad ganhou um contrato com a Prefeitura de Manaus, para fornecimento de asfalto, sem que prestasse o serviço. Investigação da 77ª Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público, aberta em fevereiro de 2018, concluiu que tudo estava regular e mandou arquivar o inquérito.

Expectativa Em reunião, ontem, com técnicos do BNDES, o secretário executivo da Seinfra, Marcellus Campêlo, tratou da duplicação da Rodovia AM-070 com a perspectiva de concluir a obra no verão de 2020. O banco é um dos financiadores da obra com recursos de R$ 333,3 milhões.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.