Terça-feira, 02 de Março de 2021
Sim e Não

Farmácias pedem para funcionar


15870889855e990e59c3a19_1587088985_3x2_md_D0889591-4520-466E-B3E1-7B9165C12886.jpg
15/01/2021 às 07:22

Os conselhos federal e regional de farmácia encaminharam ofício ao Governo do Estado pedindo que o novo decreto, que restringiu a circulação de pessoas das 19h às 6h, considere farmácias como serviço essencial, uma vez que,  segundo os conselhos, desde 2014 as farmácias foram reclassificadas como estabelecimentos de saúde conforme a Lei nº 13.021. “Devem sim, ser vistas como aliadas das autoridades e da saúde pública neste momento delicado”, diz o ofício. Segundo o decreto, elas só  poderão funcionar no lockdown na modalidade delivery.   

Busca... - O Secretário de Estado da Saúde, Marcellus Campêlo, fez uma requisição administrativa para que onze empresas do Polo Industrial de Manaus repassem todo o estoque ou produção de oxigênio que possuem para auxiliar no combate à Covid-19.

...por... - A coluna apurou que uma das empresas que já teve seu estoque recolhido ontem pelo governo do Estado foi a Gree. A retirada dos materiais contou com escolta policial. Um dos diretores da empresa acompanhou o processo e reforçou aos funcionários a necessidade de doar tudo.

...oxigênio - Além dela, o governo solicitou os estoques da Moto Honda, Yamaha, Electrolux, PTV do Brasil, Whirpool, Sodecia, Denso, Caloi, Flextronic e Cometais. Conforme a requisição, processo administrativo será aberto em dez dias para que as empresas sejam indenizadas.

Compra bloqueada  - O vice-presidente da FIEAM, Nelson Azevedo, informou que todas as empresas da Zona Franca que são consumidoras de oxigênio estão impedidas de comprar o gás, uma vez que a White Martins e demais produtoras estão com produção exclusiva para o Governo do Estado.

Da Venezuela  - A empresa de gás White Martins, informou por meio de nota, que  identificou a disponibilidade de oxigênio em suas operações na Venezuela e neste momento está atuando para viabilizar a importação do produto para o Amazonas. 

Procon... -  O vereador Rodrigo Guedes (PSC) solicitou ao Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (Procon-AM) reforço nas fiscalizações em farmácias, drogarias e empresas que trabalham com vendas de insumos que combatem a Covid-19. O ofício pede mais rigor na regulação do aumento de preços de produtos médicos e farmacêuticos, equipamentos de proteção individual (EPIs), bem como cilindros de oxigênio, remédios para tratamento precoce contra Covid-19 além de vitaminas.

Nas redes sociais - Ex-prefeito de Manaus por dois mandatos, inclusive durante a primeira onda de Covid-19, Arthur Neto fez uma publicação direcionada ao governador Wilson Lima chamando-o de assassino. 

Resposta - O governador respondeu às provocações do ex-prefeito no Twitter e relembrou que durante a gestão de Arthur, ele usou a máquina pública para encobrir assassinato do engenheiro Flávio, cujo principal suspeito é o enteado do ex-prefeito, Alejandro Valeiko.

Politicagem - Lima disse, ainda, que o prefeito é parte do problema, uma vez que “não fez a parte dele e agora faz politicagem”. “Pare de pensar em si mesmo e em seus interesses. Pense no povo, na saúde da população. Ajude ao invés de atrapalhar”, disparou Wilson.

Gastos -  Nesta semana, em entrevista ao programa do Datena, o atual prefeito David Almeida (Avante) levantou um dado que, segundo ele, contribuiu para o colapso na cidade. Segundo Almeida, no ano passado a Prefeitura de Manaus gastou R$ 50 milhões com medicamentos, enquanto se gastou R$ 225 milhões reais com publicidade.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.