Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
Sim e Não

CPI da Pandemia ouvirá primeiro os cientistas


92b8a54aba624327eaca5baf955e4060_5B4226DA-A8E7-4924-9BB4-213DFA0624FE.jpeg
19/04/2021 às 07:54

Em entrevista ao Sim&Não, o senador Omar Aziz (PSD-AM), cotado para assumir a presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, afirmou que ministros e ex-ministros do governo Bolsonaro não serão os primeiros a serem ouvidos, e sim infectologistas, pesquisadores e técnicos em vigilância sanitária. Será através das informações coletadas com os especialistas que a Comissão norteará a investigação. “Queremos saber o que foi feito de errado e só a ciência poderá nos responder”, disparou.

Renomados   O senador citou nomes como o da cardiologista Ludhmila Abrahão Hajjar, que atua na linha de frente no tratamento de pacientes com Covid-19 desde o início da pandemia. Ela, que sempre foi contra o uso de cloroquina no tratamento da doença, chegou a ser cotada pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir o Ministério da Saúde com a saída do general Eduardo Pazuello. Ele também citou o infectologista David Uip.   

Presidência   Omar Aziz disse que já garantiu oito, dos 11 votos possíveis, para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado Federal. A votação que definirá a presidência da CPI, no entanto, será secreta, entre os membros titulares.

Votos   Mas, em entrevista à coluna, o senador  revelou que dos 11 membros, ele não conversou apenas com dois e um deles quer ser candidato - Eduardo Girão, do Podemos, que deve herdar os outros dois votos dos senadores bolsonaristas da CPI: Jorginho Melo (PL-SC) e Marcos Rogério (DEM-RO).

Presencial   Dos aliados de Bolsonaro, Omar conseguiu a promessa de voto de Ciro Nogueira (PP-PI), líder do Centrão. Omar revelou ainda, em primeira mão, que a CPI deve ser instalada na quinta-feira, presencialmente, em Brasília. E que ele, o vice-presidente - Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator - Renan Calheiros (MDB-AL) farão todos os trabalhos de maneira presencial.  

Na internet   É hoje o lançamento oficial do site Sim&Não.  A tradicional coluna, considerada um ‘hábito diário’ por muitos leitores, agora também será feita na versão online pelos jornalistas Dante Graça, Luana Carvalho e Aruana Brianezi.  

Entrevistas  A coluna também trará semanalmente entrevistas ao vivo, realizadas por meio de plataformas virtuais. Além disso, a famosa seção ‘sobe e desce’ também será divulgada, a partir de hoje, no site www.simenao.com.br. 

Só uma vaga   Coronel Menezes está em explícita campanha para 2022. Em suas redes sociais, inclusive, publicou foto no perfil  com os dizeres ‘CM2022’ ao fundo. Ontem, ele criticou a possível escolha de Omar Aziz para a presidência da CPI. Nos bastidores, dizem que Coronel Menezes disputará o Senado. O problema é que só há uma vaga nesta eleição.   

Em ação  Recentemente o Ministério Público do Amazonas passou divulgar, em seu site,  as ações da instituição no enfrentamento à pandemia. Descobriu   “fura fila” da vacinação contra a covid-19 em boca do Acre e Pauini e fiscalizou processo de vacinação contra a covid-19 em Manaus.

Críticas  A instituição vinha sendo criticada, internamente, por sua fraca atuação nesta pandemia. Na última sexta-feira, procurador-geral de justiça Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior e o subprocurador de justiça, Nicolau Libório dos Santos Filho, participaram de uma reunião com o governador Wilson Lima,  para discutirem as medidas sobre a possível terceira onda da Covid-19.
 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.