Segunda-feira, 28 de Setembro de 2020
BATE-BOCA

Dr. Gomes e Wilker Barreto trocam farpas durante discussão do impeachment

Wilker afirmou que Doutor Gomes é desprovido de 'conhecimento jurídico', enquanto Gomes pediu respeito à trajetória profissional dele ao deputado de oposição



50195920222_4653cd16db_c_DEEB6D54-3020-4F31-998A-D880AED32F69.jpg (Foto: Hudson Fonseca / Aleam)
06/08/2020 às 15:34

Os deputados Dr. Gomes (PSC) e Wilker Barreto (Podemos) bateram boca durante a fase de sustentação oral. Wilker afirmou que a doutora Patricia Sicchar, umas médicas que assinou o processo de impeachment contra governador e vice-governador, fez mais que ele "pelo Amazonas". 

Wilker afirmou que Doutor Gomes é desprovido de “conhecimento jurídico “ para saber que “cidadão naturalizado” também pode impetrar denúncia contra os chefes do executivo. Barreto afirmou também que Patricia Sicchar “fez mais pelo Amazonas” que o próprio deputado governista.



Doutor Gomes interviu na fala de Wilker e pediu respeito ao trabalho dele como médico. Wilker retrucou e disse que o deputado teria que ficar calado ouvindo o discurso dele. “O deputado  é muito macho para atacar uma profissional que não está aqui para se defender”, disse.

Gomes respondeu ao deputado da plenária dele que não se calaria. Josué Neto precisou intervir na discussão para restabelecer a fala de Barreto nesta fase de sustentação oral.

Em seu discurso, Gomes enfatizou que o juízo de valor dele no âmbito do parecer prévio do impeachment também será “dividido com os 24 deputados”.

As denúncias que dão base ao impeachment contra o governador Wilson Lima (PSC) e vice-governador Carlos Almeida (PTB) foram apresentadas e assinadas pelos médicos do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mário Vianna e Patrícia Sicchar.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.