Sexta-feira, 25 de Junho de 2021
RESTRIÇÃO PRORROGADO

Com ajustes, decreto de restrição no AM é prorrogado até 7 de fevereiro

Feiras passam a funcionar das 4h às 15h, como medida para evitar aglomerações. Ponto facultativo do Carnaval também foi suspenso



show_00_DEEF8238-DBCD-4F64-A2E2-544401348B3D.jpg
29/01/2021 às 13:51

O decreto que restringe 24 horas por dia a circulação de pessoas no Amazonas será prorrogado pelo Governo do Amazonas a partir desta segunda-feira (1º). O novo texto do decreto possui alguns ajustes, entre os principais, a flexibilização do funcionamento das feiras, que passarão a funcionar das 4h às 15h, para evitar aglomerações, segundo Wilson Lima.

Conforme o governador, a prorrogação do decreto e as alterações nele contidas foram definidas após diversas reuniões. "Não é que eu queira estar tomando essa atitude, mas ela é necessária, exige sacrifícios de todos. O que mais importa é a vida. Hoje todos possuem algum parente ou amigo que está acometido por essa doença. Estamos numa guerra e só venceremos se todos nos unirmos", comentou.



Além das feiras, o funcionamento de fábricas de itens para embalagens de alimentos, bebidas, limpezas, higiene pessoal e remédios, além de sacolas para supermercados também foi liberado. O mesmo aconteceu com o delivery para materiais elétricos, hidráulicos, pneumáticos, de peças de veículos pesados como ônibus, caminhão e ambulâncias. Estes passam a funcionar das 8h às 17h. 

A validade do novo decreto será de uma semana, sendo encerrado no dia 7 de fevereiro, no entanto, o governador Wilson Lima destacou que durante o decreto, a evolução do número de casos da doença será avaliado, o que poderá ou não influenciar em novas medidas restritivas.

"Vale ressaltar que a restrição continua por 24h. Só saia de casa se for extremamente necessário, como em casos de urgência hospitalar, para comprar mantimentos como comida e afins. Se preserve e preserve a vida dos seus amigos e parentes. Esse é um momento para que todos façamos nossa parrte, de forma a ajudar os profissionais de saúde que estão dando o máximo de si na linha de frente contra a doença", disse.

O que pode funcionar

• Supermercados varejistas e atacadistas de pequeno, médio e grande porte e padarias – das 6h às 19h, com venda restrita a produtos de higiene, limpeza e alimentação

• Drogarias e farmácias – 24 horas, com venda restrita a produtos de higiene, medicamentos e outros produtos farmacêuticos

• Mercados e feiras – das 4h às 15h

• Delivery de serviços de alimentação – das 6h às 22h

• Indústria – em turno de 12 horas (exceção para alimentos e produtos farmacêuticos e hospitalares)

• Transporte de cargas – apenas de produtos essenciais, como alimentação, combustíveis e produtos da área da saúde e segurança

• Postos de combustíveis

• Fábricas de itens para embalagem de alimentos, bebidas, limpeza, higiene pessoal e remédios, além de sacolas para supermercado

• Delivery para vendas de materiais elétricos, hidráulicos e pneumáticos – das 8h às 17h

• Delivery para vendas de peças de veículos pesados (ônibus, caminhão e ambulância) – das 8h às 17h

Outros decretos

Durante o anúncio da prorrogação do toque de recolher, Wilson Lima também anunciou dois outros decretos, entre eles a suspensão do ponto facultativo do carnaval, que em 2021 seria nos dias 15 e 16 de fevereiro, além da permissão de volta às aulas de forma virtual.

"A suspensão do carnaval é uma medida simbólica para evitar que as pessoas tomem alguma atitude no sentido de quere aglomerar, viajar ou algo nesse sentido. Já o retorno às aulas, será feito de forma virtual apenas, pela internet com o programa Aula Em Casa", pontuou, ao comentar que mais informações sobre o retorno das aulas será divulgado nesta segunda-feira (1º). 

News pp a13b834f dc21 4721 a1d5 e6b918ad91c6
Editor do Portal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.