Sábado, 20 de Julho de 2019
CONFISSÃO

'Estou arrependido', diz preso por participar de assassinato de sargento da PM

Josué Ferreira Soares Pires, de 19 anos, disse que cometeu o crime porque 'estava precisando' de dinheiro. Segundo ele, intenção era assaltar a loja onde sargento atuava como vigilante



WhatsApp_Image_2019-06-20_at_09.57.13_746BFAF4-2C81-4BA1-B81C-00CDC6DC0F35.jpeg (Foto: Junio Matos)
20/06/2019 às 10:24

"Estou arrependido demais". A declaração é de Josué Ferreira Soares Pires, de 19 anos, preso em flagrante por participação no assassinato do sargento reformado da Polícia Militar Luiz Carlos da Silva Costa, de 56 anos, assassinado na noite desta terça-feira.

Josué foi preso durante a madrugada, quando tentava fugir em um ônibus que fazia a rota entre Manaus e Itacoatiara. Ele foi preso por volta do Km 30 da rodovia, durante uma vistoria de policiais militares, que o encontraram escondido no banheiro do coletivo.

Na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, onde foi apresentado, Josué afirmou que estava "arrependido demais" e que cometeu o crime porque estava "precisando". Ele disse que já havia cometido crimes quando era menor de idade, mas que esta foi a primeira vez que agiu criminosamente após completar 18 anos.

Questionado sobre os motivos para tantos disparos serem feitos contra o sargento, que trabalhava como vigilante em uma loja, ele se calou. Josué também não respondeu se algum dos três revólveres apreendidos era dele e não quis revelar o paradeiro dos comparsas nem a origem das armas.

De acordo com Josué, a intenção do grupo era assaltar a loja, e ele tinha como função segurar o vigilante e olhar o movimento da rua enquanto os outros bandidos cometiam o crime. Imagens de câmera de segurança revelaram que o sargento tentou desarmar o bandido e que acabou sendo alvejado por mais de dez tiros. Os bandidos fugiram sem assaltar a loja, mas levaram a arma da vítima.

Segundo Josué, eram cinco criminosos envolvidos no assassinato, sendo que quatro deles continuam foragidos.  Para fugir, o grupo usou, de acordo com ele, um veículo HB20 de cor branca, que era roubado.  Josué foi preso quando seguia para Itacoatiara, onde planejava encontrar a esposa.

O delegado plantonista da DEHS, Guilherme Antoniazze, disse que Josué foi autuado em flagrante pelos crimes de roubo majorado e associação criminosa. No final da tarde, ele será encaminhado para a audiência de custódia.

Receba Novidades

* campo obrigatório
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.