Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-03-20_at_11.48.24_715CBAB3-A027-4AB0-9459-A14D84F12127.jpeg
publicidade
publicidade

REUNIÃO

Ministro do Meio Ambiente garante apoio para combater desmatamento na Amazônia

Secretário de Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira, afirmou ter saído otimista da reunião, pois ministro garantiu aporte financeiro para aumentar a fiscalização nas áreas mais afetadas


20/03/2019 às 12:18

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, assegurou apoio nacional no combate ao desmatamento na região amazônica. A garantia foi dada durante a 87ª reunião ordinária da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (Abema), em Brasília, na terça-feira (19), que contou com a participação dos 26 estados e do Distrito Federal. Estavam presentes, o secretário estadual de Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira, o presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Juliano Valente, e demais secretários e dirigentes de órgãos dos estados da Amazônia.

“Saímos otimistas da reunião, com o compromisso do Ministério do Meio Ambiente de combater o desmatamento na Amazônia com o apoio dos estados nas estratégias locais, garantindo inclusive aporte financeiro para aumentar a fiscalização nas áreas mais afetadas. Estamos atentos ao aumento do desmatamento nos últimos anos, sabemos onde estão os principais entraves, mas ressaltamos que a política estadual, em especial com as Unidades de Conservação, tem sido exitosas no combate ao desmatamento em áreas estaduais. Este apoio federal será importante na implementação de mais ações”, destacou o secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

O presidente do Ipaam reforçou o esforço estadual para assegurar a conservação e impedir o desmatamento. O Amazonas é, atualmente, o estado da Amazônia legal com maior área conservada, com 97% da sua cobertura vegetal preservada. “Estamos buscando mais recursos para fortalecer a fiscalização e ampliando a parceria do Ipaam com órgãos como o Batalhão de Policiamento Ambiental, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, garantindo não apenas ações de comando e controle, mas também de educação ambiental”, afirmou Juliano Valente.

Segurança de barragens

Repercutindo a tragédia ocorrida em Brumadinho em janeiro, a reunião da Abema discutiu ainda a segurança de barragens. Foi apresentado o trabalho realizado pela Defesa Civil e pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) de Minas Gerais no desastre, além da agenda florestal do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), da Agência Nacional de Águas (ANA), Agência Nacional de Mineração (ANM), além de matérias em tramitação no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

“O país como um todo precisa rever o modelo de governança de auditorias e suas avaliações de risco e protocolos. Todos devem ajudar a pensar esse novo modelo e contribuir com o Governo Federal nisso”, disse o presidente da Abema, Germano Vieira.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ressaltou a necessidade dos órgãos ambientais serem eficientes, sem dispensar regras técnicas necessárias para análise e conclusão dos processos. “São muitos os desafios para os próximos anos no ministério e temos realidades diferentes para todo o país”, completou.

*Com informações de assessoria de imprensa

publicidade
publicidade
Procon Manaus apreende mais de 300 kg de alimentos sem procedência em supermercado
Quase 25 mil litros de camada asfáltica vazam e contaminam o Rio Negro
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.