Quarta-feira, 04 de Agosto de 2021
Mega Fight

Mega Fight 4 acontece dia 9 de julho em Manaus

O evento de MMA contará com lutadores com passagens em lutas internacionais



5d875afe-3ce9-4c89-9397-da8884810342_11AEBF1B-D134-4F8A-82B8-64CAC48920F4.jpg Foto: Divulgação
24/06/2021 às 08:33

Indo para a sua quarta edição, o Mega Fight Champions (MFC) voltará a agitar o mundo das artes maciais mistas em Manaus. Com previsão para ocorrer no próximo dia 9 de julho, no CTHD Vieiralves, localizado na Zona Centro-Sul da capital, o evento amazonense trará como luta principal no peso leve (até 70kg), o lutador ex-Bellator, Josenaldo ‘Naldo’ Silva contra Júlio Pereira, conhecido como o ‘Tyson de Novo Aripuanã’. Além da disputa de cinta, o card do evento ainda contará com outras cinco lutas.

Vindo de vitória contra o pugilista Morramed Araújo na luta principal do MFC 3.0, Naldo tentará engatar sua quarta vitória e, a segunda no ano de 2021. Com 34 anos, o lutador natural de Roraima tem um cartel de 28 vitórias e sete derrotas. Já o seu adversário, o jovem Júlio Pereira, de apenas 23 anos, voltará ao octógono após um hiato de mais de um ano, quando perdeu sua invencibilidade competindo no Shooto Brasil, ficando com um cartel de cinco vitórias e uma derrota.



Para completar a noite, a quarta edição vem recheando de lutadores com passagens eventos internacionais como: Raimundo Bastista, o ‘Tubarão’, atleta do Absolute Championship Akhmat (ACA) - evento russo - e o Lucas Ananias, que vem de uma grande vitória no evento da Sérvia, entre as outras atrações, o promissor Marcelo Pontes, o ‘Pão de Queijo’, além de vários outros lutadores do interior do Estado do Amazonas. 

O organizador do evento, Márcio Pontes comentou sobre as disputas. 

“A ideia da eventualidade é alavancar o MMA no Estado. Não temos dúvidas que será um mega evento, fazendo jus ao nome, pois temos no card grandes lutadores que estão entre os tops 10 do ranking nacional”, disse. 

Por conta da Covid-19, a quantidade de pessoas é restrita, entretanto, a organização da eventualidade estuda a presença do público. 

"Utilizamos todos os protocolos de segurança estabelecidos. Contamos também com os atletas testados no exame da Covid-19. Estamos estudando a possibilidade de colocarmos uma média de 10% da capacidade para possível público, porém é algo que estamos estudando", finalizou Márcio.

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.