Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022
FUTEBOL

Manaus perde fora de casa e está eliminado da Copa Verde

Derrota por 3 a 0 em Belém para o Remo decretou o fim de temporada para o Gavião



WhatsApp_Image_2021-11-24_at_21.40.09__1__136C829E-0464-42C8-AA30-E11C340B9523.jpeg Foto: Ismael Monteiro/Manaus FC
24/11/2021 às 21:54

Sem oferecer grandes dificuldades, o Manaus foi superado pelo Remo por 3 a 0, na noite desta quarta-feira (24), no estádio Baenão, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Verde. Os gols da partida foram marcados por Neto Pessoa (2x), ainda na primeira etapa, e Erick Flores, já no segundo tempo. Com isso, o certame regional terá o clássico ‘Re-Pa’ nas semifinais. Já o Gavião termina seus trabalhos na temporada e deve voltar suas atenções para a reformulação do elenco, que jogará as competições de 2022.

O jogo



O Remo, mandante do confronto, tomou as ações ofensivas desde o início. Aos 6, em sua primeira finalização, Tocantins tocou para Gedoz pelo lado esquerdo da entrada da área, o camisa 10 chutou colocado, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Um minuto depois, Matheus Oliveira tocou por trás da defesa esmeraldina, a bola ficou viva dentro da área e quase Neto Pessoa conseguiu completar para o gol, mas foi travado na jogada. A resposta do Gavião veio aos 9 minutos com a bola parada. Daniel Costa cobrou falta da entrada da área, a bola passou perto do canto direito do goleiro Vinicius e quase abriu o placar no Baenão.

Aos 16, Derlan tabelou com Daniel Costa, chutou de perna direita, mas a bola saiu torta, para longe do gol. Com 26 minutos, de novo na bola parada, desta vez no escanteio, Daniel Costa colocou na cabeça do volante Márcio Passos, que não conseguiu pegar bem na bola, ela acabou desviando na defesa, antes de sair para a linha de fundo. Perto dos 30 minutos, o Remo voltou a ter chances no campo ofensivo. Após falha de Edvan no sistema defensivo, Lucas Tocantins chutou firme de perna esquerda, mas a bola subiu, sem perigo para a meta do goleiro Gleibson. 

Bola na rede

Aos 33, se a bola parada estava sendo uma arma para o ataque do Manaus, foi o Remo que soube usar do artifício para abrir o placar. Felipe Gedoz cruzou no segundo pau, no lado esquerdo da grande área, Neto Pessoa subiu sem marcação e testou no canto do goleiro Gleibson. E aos 42, erro generalizado. Fora da área, o centroavante Neto Pessoa, sem marcação, fez o cruzamento de perna esquerda, a bola passou por toda a defesa e foi em direção ao gol, com Gleibson não conseguindo alcançar a bola e vendo ela morrer no fundo das redes.

Segundo tempo

Aos 14, com espaço na entrada da área, Felipe Gedoz chutou de perna direita e a bola passou pela linha de fundo. Alguns segundos depois, após o Manaus sair errado e tomar o contra-golpe, Gedoz teve mais uma chance de finalizar de fora da área, ele ainda fintou o volante Márcio Passos antes de mandar para o gol, mas Gleibson fez a defesa e a jogada se perdeu para a lateral. 

Vinicius faz a diferença

Com 20 minutos, após Daniel Costa cobrar falta para dentro da área, a defesa do Remo tirou mal, Rafhael Lucas se aproveitou, chutou de perna esquerda, meio sem ângulo e Vinícius fez boa defesa, mandando a bola para a linha de fundo. E com 24, novamente o goleiro do Leão evitou o gol esmeraldino. No escanteio pela esquerda, Daniel Costa jogou a bola no primeiro pau, o zagueiro do Remo desviou para o próprio patrimônio, Vinícius fez grande defesa, a bola sobrou para Luis Fernando dentro da pequena área, mas o zagueiro esmeraldino chutou o rebote para fora do gol.

Fechou o caixão

Aos 29, Jefferson - que entrou no segundo tempo - fez grande jogada individual pelo centro do ataque, chutou da entrada da área, Gleibson espalmou para frente e, sem marcação, Erick Flores pegou a sobra e só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio.

Ficha técnica

Remo 3 x 0 Manaus (Copa Verde - jogo de volta das quartas de final) – Remo 4x1 Manaus (placar agregado)

Local: Baenão, em Belém (PA)
Data: 24 de novembro de 2021, quarta-feira
Horário: 19h30

Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade

Gols: Neto Pessoa (33’, 1ºT), (42’, 1ºT), Erick Flores (29’, 2ºT) - (CR)

Remo: Vinicius; Wellignton Silva (Ennes), Romércio, Fredson e Igor; Lucas Siqueira, Neto Moura e Felipe Gedoz (Erick Flores); Lucas Tocantins (Rafinha), Matheus Oliveira (Jefferson) e Neto Pessoa; Técnico: Eduardo Baptista

Manaus: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Spice e Ronaell (Philip); Derlan, Márcio Passos, Júlio Rusch (Jefferson) e Daniel Costa; Jack Chan (Vitinho) e Rafhael Lucas (Rafael Ibiapino); Técnico: Evaristo Piza

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.