Quarta-feira, 04 de Agosto de 2021
Sem vitórias

JC de Paulo Morgado é vice-lanterna e segue sem vencer no Barezão

Técnico português diz ter noção do orçamento limitado da equipe, mas que irá continuar trabalhando para buscar a classificação



bfa4f82d-9eb0-4fdf-bf74-8b1f9ba8844b_9F4AA6A4-0E80-402C-B6F8-FE86C1EABB6F.jpg Foto: João Normando / FAF
29/03/2021 às 10:58

Caçula no Barezão, a vida do JC FC de Itacoatiara segue sendo difícil na elite do Estadual. Com empates contra Princesa e São Raimundo e derrotas para Manaus e Amazonas, a equipe do técnico português Paulo Morgado ainda não sabe o que é vitória no ano de 2021. Após o revés por 3 a 0 para a Onça da Zona Leste, em pleno Floro de Mendonça, no domingo (28), o treinador falou que a comissão técnica continuará trabalhando para buscar a primeira vitória na competição.

“Vamos continuar trabalhando e procurando os três pontos na próxima partida. Temos a noção que com o orçamento que temos, não podemos trazer novos reforços, então vamos trabalhar para conseguir a classificação”, destacou o treinador.



Vice da Série B em 2020 após ser derrotado para o Clipper na decisão, o Tigre do Norte chegou ao Barezão com a promessa de ser mais uma força do interior para incomodar as equipes da capital. Vivendo o pior momento de sua breve história, o JC terá uma boa oportunidade de reverter esse quadro, quando na próxima quarta-feira (31), às 15h30, enfrenta o lanterna do Barezão, o Iranduba, no estádio Ismael Benigno, a Colina, pela 6ª rodada do Campeonato Amazonense.

Com a facilidade em conseguir a classificação prevista no regulamento, somente o último colocado não avança para a segunda fase. Como a primeira fase é jogada em turno único, a partida contra o Hulk vira um verdadeiro confronto direto para o JC nesta ‘briga’ por uma vaga na próxima fase do Barezão 2021.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.