Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Brasileirão Feminino

Iranduba ganha reforços de peso para o Brasileiro de Futebol Feminino

Durante os primeiros dias da semana, o Iranduba anunciou mais quatro jogadoras que fazem parte da reformulação do elenco



WhatsApp_Image_2020-01-07_at_14.48.18_2A8B8196-362E-421F-9AC0-0500F70CD004.jpeg Foto: Reprodução/Instagram
07/01/2020 às 17:11

O Iranduba segue reforçando - e reformulando - seu elenco feminino para a disputa do Brasileirão A1. Ontem (6), o clube anunciou a atacante Andressa Lodi (ex-Grêmio), que foi artilheira do Gauchão de 2018 e a volante Gabi, também do tricolor gaúcho.

O destaque vai para a jogadora de ataque. Aos 20 anos de idade, ‘Andressinha’ chega com status de goleadora. Em 2018 ela foi artilheira da campanha do Grêmio rumo ao título estadual, com 12 gols em 16 jogos disputados na temporada. 



“Vou buscar sempre fazer o melhor para ajudar a equipe, e se eu puder alcançar de novo essa marca (artilheira), eu ficaria muito feliz”, destacou a jovem atacante gaúcha.

Ela comentou também sobre sua admiração ao Iranduba, clube que segundo a jogadora, sempre esteve em seus planos.

"Desde que comecei a jogar, sempre tive o Iranduba como uma meta e pra mim é um sonho realizado fazer parte desse grande time", contou a respeito de um dos seus maiores objetivos na carreira.

Já na temporada 2019, Andressinha fez cinco gols em dez jogos, ficando apenas com o vice-campeo nato regional com o Grêmio. Ela chega em Manaus no dia 19 e garante já estar por dentro do clima bem mais 'quente' do que em Porto Alegre, dentro e fora de campo.

"Sobre a temperatura, já estou sabendo que é bem quente (risos). Já senti a torcida me recebendo com muito carinho! Não vejo como algo ruim, pelo contrário. Gosto da torcida presente, isso é muito importante para o futebol feminino. Então acho que a pressão é natural, não terá nenhum problema", disse a jogadora que fará sua estreia no Brasileirão Série A1.

Outra ‘cria’ do Grêmio que estará defendendo o Iranduba será Gabi, jogadora versátil, que pode atuar como volante e lateral-esquerda. 

“Vou vestir essa camisa com muito orgulho e dedicação, honrando a história do clube”, declarou, agradecendo a oportunidade de mostrar o seu futebol no Hulk da Amazônia em 2020.

Vale lembrar que na noite de domingo (5), o Iranduba anunciou também a dupla campeã piauíense: Thalita (lateral-direita) e Thaís (lateral-esquerda), ambas ex-Tirandentes-PI.

Por enquanto, as ‘figurinhas novas’ do Iranduba para 2020, são: as laterais Thalita e Thaís Prado, as volantes Taba e Gabi, e as atacantes Kedma, Érica Gomes e Andressinha.

O Hulk estreia no Brasileirão Série A1 no dia 9 de fevereiro, diante da Ponte Preta-SP, fora de casa.

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.