Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020
futebol feminino

Iranduba encara Corinthians-SP, na Arena da Amazônia, pela Série A1

Com as duas equipes vivendo momentos distintos na competição, o Iranduba chega para o confronto pressionado para conseguir se afastar da zona de rebaixamento



meninas_D376B22A-C453-41BC-9CC1-93A9A66246A5.JPG Foto: Junio Matos
22/09/2020 às 18:53

Precisando pontuar para se afastar da zona de rebaixamento, o Iranduba da Amazônia recebe nesta quarta-feira (23), às 17h (horário de Manaus), as meninas do Corinthians-SP, na Arena da Amazônia, em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A1. Com nove pontos e na 12ª colocação, o Hulk chega para o confronto vindo de três derrotas seguidas e apenas um ponto à frente do Minas – o time que abre a zona de rebaixamento -, ao contrário do Timão, que na última partida venceu o Grêmio por 1 a 0, engatou sua quinta vitória seguida e tem apenas uma derrota na competição, com 24 pontos e ocupando a 2ª posição na tabela de classificação.

Liberada do departamento médico, a atacante Marília estará à disposição do técnico João Carlos Cavalo, assim como a volante Margareth. Entre tanto, Cavalo não poderá contar com a lateral Giselinha, que ainda se recupera de problema no joelho. A lateral já deve estar pronta para a partida contra a Ferroviária, em São Paulo. Outro desfalque do Hulk é a da volante Dayana, que fez uma ressonância e constatou um problema na coluna e também ficará de fora. A volante já deverá viajar com o grupo para o jogo da 11ª rodada.



O técnico Cavalo falou da importância de contar com a volta de Margareth e Marília e confirmou que ambas devem ser utilizadas para a partida desta quarta-feira, ainda mais levando em consideração o elenco reduzido que o técnico conta em mãos.

“A volta dessas atletas é muito importante, a Margareth é uma jogadora mais de contensão, que marca bastante, faz essa função muito bem, já a Marília é uma boa opção ofensiva, é indiscutível o potencial dela e com certeza iremos utilizar as duas, estamos com um elenco reduzido e o que nos conforta agora é o fato de a gente vir de dois bons jogos contra Grêmio e Internacional, e agora é voltar as atenções para o Corinthians, fazer um bom jogo e tentar ganhar uma autoestima para sequência do campeonato”, disse Cavalo.

O técnico também atentou para o problema de pegar gols logo nos primeiros minutos das partidas que o Hulk vem sofrendo e disse que concentração será importante para que a equipe consiga reverter esta situação: “O que tem prejudicado muito nossa equipe, aconteceu contra Flamengo, Grêmio e Inter foi tomar o gol rápido , isso acaba trazendo uma insegurança para a equipe, então a gente procurou trabalhar esse quesito, fazer com que a gente tenha um pouco mais de concentração para que a gente não tenha que sofrer mais com isso nos próximos desafios”, afirmou o técnico do Iranduba.

O Iranduba deverá vir à campo com a seguinte escalação: Stefane; Geovana, Hilary, Petra e Natasha; Nath Pitbull, Margareth, Thais (Marília), Mayara; Brenda Woch e Paulinha.

Corinthians sem time definido

Com algumas atletas vindo de período de treinamento na Granja Comary com a técnica da seleção brasileira, Pia Sundhage, o Corinthians cedeu para a equipe nacional sete jogadoras: Tamires, Erika, Lelê, Pardal, Andressinha Victoria Albuquerque e Adriana. O técnico Arthur Elias poderá não contar com essas jogadoras que estiveram com a seleção por conta da proximidade entre as viagens.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.