Sábado, 05 de Dezembro de 2020
SÉRIE C

Com Hamilton iluminado, Manaus bate Jacuipense por 2 a 1 no fim

De virada, o Gavião do Norte chega aos 17 pontos e encosta de vez na briga por um vaga nas quartas de finais da Série C



103C581E-C41B-4324-804D-A0924F3AE59C_F75DBBD6-9378-424D-AB41-52635B5C1EF3.jpeg Foto: Iago Albuquerque
24/10/2020 às 18:45

No dia em que a capital amazonense faz 351 anos de idade, o Manaus conquista uma importante vitória de virada por 2 a 1 contra a Jacuipense, no fim de tarde deste sábado (24), na Arena da Amazônia, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com Wesley abrindo o placar para a Jacupa aos 37 do primeiro tempo, Gabriel Davis aos 45, ainda da etapa inicial e Hamilton nos acréscimos do segundo para o Gavião do Norte, o Manaus chegou aos 17 pontos na tabela de classificação ocupando a quinta posição do grupo A. Já a equipe baiana fica com 16 pontos, perdendo justamente o quinto lugar.



Primeiro tempo

O Manaus começou os primeiros minutos encima do adversário. Após Hamilton toca para Daniel Costa na entrada da área, o meia pisa na bola, encontra o espaço e finaliza no travessão de Luan. Mas aos poucos o Leão do Sisal foi ficando a vontade para trocar passes e avançar ao ataque. 

O Gavião do Norte se aproveitava de espaços no contra-ataque e de jogadas individuais envolvendo a dupla Daniel Costa e Hamilton. Aos 23, Daniel Costa cobra escanteio, o camisa 25 do Manaus ganha da defesa e testa com muito perigo, mas a bola vai pra fora do gol. O volume de jogo da Jacuipense começou a dar resultado na segunda metade do primeiro tempo. Aos 28, o atacante Wesley que entrará no lugar de Ruan Levine no início da partida, ganha de Luis Fernando em jogada individual, fica de frente com Gleibson, mas chuta pra fora, perdendo oportunidade incrível.

E justamente quando a equipe adversária começava a desacelerar, uma saída de bola mal trabalhada acaba entregando a bola nos pés de Vicente, que coloca na cabeça de Wesley e o atacante abre o placar na Arena da Amazônia. A Jacuipense quase fez o segundo aos 42 quando o meia Mauri arrisca de fora, a bola desvia na defesa e quase entra por cima de Gleibson. Mas perto dos acréscimos, após cobrança de escanteio, a defesa da Jacupa tira mal, a bola fica dividida dentro da área, Hamilton dar uma casquinha e Gabriel Davis chuta sem força, mas Luan acaba aceitando.

Segundo tempo

Com as duas equipes vindo com mais força do que na etapa inicial, o árbitro Rafael Martins de Sá teve que abrir os trabalhos e saiu distribuindo cartões. Só nos primeiros seis minutos foram quatro, duas para a cada equipe. Na questão técnica, o confronto perdeu em qualidade, a Jacuipense parece ter sentido o físico e o Manaus usava apenas da bola aérea para tentar chega ao gol. 

As substituições deram um gás renovado para as equipes, mas o roteiro permaneceu sendo o mesmo, a Jacuipense não oferecendo perigo ao Manaus, e se fechando com uma linha de cinco no meio de campo e apenas um centroavante lá na frente.

E quando o jogo caminhava para um empate, a única arma que o Manaus utilizou para tentar a vitória finalmente deu resultado. Matheuzinho que entrará no lugar de Fumaça na última mudança de Luizinho no jogo fez jogada individual pela direita, cruzou na área e Hamilton ganhou de Luan na área e testou para o fundo das redes. Na comemoração, Hamilton tirou a camisa e recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida.

Ficha Técnica: Manaus FC 2 X 1 Jacuipense-BA

Local: Arena da Amazônia
Data: 24 de outubro de 2020, sábado
Horário: 16h

Árbitro: Rafael Martins de Sá (RJ)
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Rafael Gomes Rosa

Cartões amarelos: Manaus; Luis Fernando, Márcio Passos e Hamilton (2x). Jacuipense; Luan, Railan, Mauri e Raniele

Cartão vermelho: Hamilton

Gols: Jacuipense; Wesley (37', 1°), Manaus; Gabriel Davis (45', 1°) e Hamilton (48', 2°)

Manaus FC: Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Patrick Borges e Tsunami (Rennan); Márcio Passos (Gilson Alves), Gabriel Davis (Janeudo) e Daniel Costa; Fumaça (Matheuzinho), Rossini (Jandy) e Hamilton;
Técnico: Luizinho Lopes

Jacuipense: Luan; Railan, Matheus, Kanu e Vicente; Ranieli, Mauri e Eudair (Matheus Machado); Flávio (André), Ruan Levine (Wesley - Bernardo) e Dinei (Elías);
Técnico: Frubal 

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.