Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020
SÉRIE D

Com dois de Charles, Fast goleia Galvez-AC na estreia

Estreia do Rolo Compressor foi a melhor de um time amazonense em 11 anos de competição



FF4A71C2-5082-4286-A0DC-64AAF1463E19_017DC40C-BA81-4F92-9369-71EC24907347.jpeg
20/09/2020 às 20:18

Em atuação de gala, o Fast aplica uma sonora goleada por 5 a 1 no atual campeão acreano, o Galvez-AC, na noite deste domingo (20), no estádio Arena da Floresta, pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Os gols da partida foram marcados por Charles duas vezes, o lateral Bernardo, Daivison e Geraldo para o Tricolor de Aço, e Wanderson fez o de honra para o Imperador. Com o resultado, o Fast fica com quatro gols de saldo e na liderança do grupo A1 com os primeiros três pontos.

Fast domina as ações



Aproveitando-se da fragilidade do adversário, o Fast partiu para o ataque desde o início da partida. Com menos de 10 minutos, Souza e Dênis Pedra já haviam finalizado na meta do goleiro Miller. Já a equipe da casa dependia de jogadas isoladas do seu centroavante, Wanderson, que em diversos momentos precisou sair da área para participar da partida. As melhores jogadas do Tricolor nasceram dos pés de Caíque, que atuando pelo lado direito do ataque, não teve dificuldades para ganhar nas jogadas individuais.

Aos 19 minutos, Caíque puxa da direita para o centro da área, passa para Daivison, que faz o pivô e é calçado por Jadson. O árbitro goiano, Anderson Ribeiro Gonçalves marca o pênalti. Na cobrança, Charles chuta no canto direito de Miller, que ainda acerta o lado, mas a bola morre no fundo das redes. O gol animou ainda mais a equipe amazonense, que não deixou de atacar e pressionar a saída dos donos da casa.

Em uma das raras descidas para o campo de ataque, o lateral direito Jô, do Galvez, passa por Souza, toca para Felipinho no lado direito do ataque, o atleta ajeita com a perna esquerda e finaliza de fora da área, mas Rangel bota a bola para a linha de fundo. Qualquer investida do Galvez era rapidamente contida pelo Fast. Em uma destas ocasiões, em resposta imediata, o meia-atacante Charles acha espaço pelo lado esquerdo, puxa para a entrada da área e finaliza forte, mas Miller espalma para escanteio.

O Fast então impôs uma blitz em busca do segundo gol. Aos 34, Bacas também arriscou de fora e novamente o goleiro do Imperador precisou trabalhar e jogar a bola para a linha de fundo. Três minutos depois, Caíque coloca linda bola em profundidade para Denis Pedra que acaba finalizando na direção de Miller e acaba desperdiçando grande oportunidade. Mas aos 38 minutos não teve jeito, Emerson Bacas acha Bernardo pelo meio, que infiltra para dentro da área e chuta colocado, ampliando o placar.

Susto logo na volta do intervalo

Após o segundo tempo atrasar alguns minutos, por conta de uma falta de luz, o Fast ‘imitou’ os refletores do estádio e também não voltou tão ligado. O resultado? O time acabou sofrendo o gol logo aos três minutos. Em boa trama do ataque acreano, Wanderson chuta com precisão de dentro da área e acerta o canto direito de Rangel, sem chances para o goleiro. Após o gol, a equipe do técnico Ricardo Lecheva tentou recuperar aos poucos a mesma intensidade do primeiro tempo. Aos sete minutos, Souza cruza bola no segundo pau, Daivison chuta forte, mas a bola acaba saindo por cima do gol de Miller.

Mas aos 19 minutos, o Galvez acaba perdendo Wanderson. O centroavante que vinha sendo protagonista de todas as ações ofensivas do Imperador acabou sentindo um desgaste físico. Com a saída do atacante, a equipe da casa perdeu a sua referência no ataque e passou a ser ainda mais pressionado pelo Fast. Para piorar, o volante Joel ainda perde uma bola na entrada da área, após Denis Pedra pressionar, triangular com Charles, que em posição legal e de frente para Miller chutou forte e ampliou o placar para o Fast.

Aos 30 minutos, Souza faz boa jogada individual pelo lado esquerdo, entra dentro da área, e sofre falta de Nesso. Na cobrança de pênalti, Daivison chuta com segurança, no meio do gol, fazendo o quarto gol do Rolo Compressor. E completamente nas cordas, um minuto depois, Geraldo se aproveita de uma lambança da defesa acreana e dar números finais à partida.

Próximo confronto

Na continuidade da competição, o Fast enfrentará outra equipe acreana, desta vez o Rio Branco, no sábado (26), às 20h30 (horário de Manaus), na Arena da Amazônia, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série D. Já o Galvez tentará se recuperar enfrentando o Independente-PA, no domingo (27), às 16h (horário de Brasilia), no estádio Navegantão, em Tucurui.

 

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.