Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020
PREMIAÇÃO

VMA, da MTV, deve acontecer normalmente em Nova York em agosto

A MTV não respondeu imediatamente a um pedido por comentários, mas disse em maio que estava buscando explorar com o governo e autoridades médicas como seria a realização de uma cerimônia ao vivo do VMA no Brooklyn em agosto



LUCAS_JAKSON_6D6DEAC2-1347-4D4C-A1B6-79DACF3E2F41.JPG Queen Latifah participa do Video Music Awards da MTV do ano passado, em Newark. Foto: Lucas Jackson
30/06/2020 às 14:05

A cerimônia do Video Music Awards (VMA) da MTV deverá acontecer em Nova York no final de agosto, informou o governador de Nova York, Andrew Cuomo, ontem (29), marcando a primeira cerimônia de premiação que irá acontecer em um local de eventos desde o início da pandemia do coronavírus.

Cuomo, que falou em um briefing à imprensa, não ofereceu detalhes, mas uma apresentação na tela dizia que a premiação marcada para o dia 30 de agosto no Barclays Center, no Brooklyn, seguiria as orientações de Segurança e terá “público limitado ou nenhum”. 



Cerimônias de premiação normalmente contam com vários apresentadores e convidados, um grande público e equipes de palco, e foram limitadas a eventos online ou gravados previamente desde que a pandemia de coronavírus impediu a realização de eventos de teatro, música além de outras apresentações ao vivo em meados de março.

A MTV não respondeu imediatamente a um pedido por comentários, mas disse em maio que estava buscando explorar com o governo e autoridades médicas como seria a realização de uma cerimônia ao vivo do VMA no Brooklyn em agosto. 

A cidade de Nova York foi a área mais atingida pelos casos de coronavírus nos Estados Unidos, mas no momento está em reabertura gradual. 

O VMA tradicionalmente apresenta performances ao vivo das maiores estrelas da música pop, e é um dos maiores eventos no calendário de cerimônias de premiação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.