Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
ciclo de diálogos

Lei Aldir Blanc será esclarecida para a classe artística durante reuniões virtuais

Auxílio emergencial, espaços culturais e editais serão os assuntos tratados nos encontros



WhatsApp_Image_2020-06-22_at_18.44.25_3439BE2E-67CD-4C7C-A9A2-CD2CFCCA6A2E.jpeg Foto: DIvulgação
23/06/2020 às 17:11

A partir do dia 30 de junho, a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, realizará reuniões com a classe artística para esclarecimentos sobre o Projeto de Lei (PL) nº 1.075/2020 (a chamada Lei Aldir Blanc), que espera por sanção presidencial e visa transferir para estados e municípios R$ 3 bilhões destinados a trabalhadores da cultura, artistas e pequenas empresas do setor.

O “Ciclo de Diálogos Lei Aldir Blanc – Amazonas” será realizado no aplicativo Jitsi (https://bit.ly/ciclosaldirblancam), das 10h às 12h, e tratará sobre o auxílio emergencial (30/06), espaços culturais (01/07) e editais (02/07). Participarão dos encontros técnicos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. 



“Em todas as reuniões, iremos dar um panorama geral sobre a Lei Aldir Blanc, um histórico de como foi concebida, e depois detalhar cada tema. No caso do auxílio emergencial, por exemplo, vamos falar sobre quem tem direito, quais as condições de receber, o que está vedado na lei, entre outras dúvidas”, explica Luiz Carlos Bonates, secretário executivo da pasta.

Bonates ressalta que a reunião sobre espaços culturais, no dia 1˚ de julho, tem como foco gestores destes espaços que desejem mais informações sobre como podem ser beneficiados, porém, o encontro é aberto para quem tiver interesse no assunto. “As reuniões serão abertas a todos. O objetivo é ampliar o conhecimento sobre os regulamentos da lei, que pode ser sancionada ainda neste mês”, comenta.
 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.