Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020
Audiovisual

Em outros ritmos, Karine Aguiar lança clipe da música 'Vulcão'

Conhecida como a "rainha do Jungle Jazz" - estilo que mistura o jazz à música amazônica - Karine desbrava espaços dentro do pop/deep house



Karine_Aguiar_-_Cr_dito_Jander_Souza_466572F9-2F0B-41E5-B4DF-78B984C2FE1F.jpg Artista diz que não pretende mudar sua essência, mas está aberta a experimentações musicais (Foto: Jander Souza/Divulgação)
08/08/2020 às 14:46

Rainha do “Jungle Jazz” – que combina ritmos amazônicos com a manifestação artística originária de Nova Orleans (EUA) –, a cantora amazonense Karine Aguiar resolveu apostar no trabalho mais diferente de seus 13 anos de carreira profissional. A artista lançou a faixa e o clipe de “Vulcão”, composição de Gilson Monteiro, que conta com uma ‘pegada’ mais pop/deep house.

Karine afirma que esse trabalho foi um desafio lançado pelo compositor, Doutor em Ciências da Comunicação, que já ocupou a cadeira de professor do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e hoje responde como titular da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). “Gilson é muito conhecido como professor e pesquisador, mas o que poucos sabem é que também é um compositor letrista de mão-cheia.



Da mesma forma que ele quis mostrar um lado seu que poucos conhecem, eu decidi embarcar encarando algo diferente e me mostrando ao mundo de outro jeito. Gosto de música bem feita, não importa o gênero ou o estilo. E me apaixonei pela obra do Gilson”, pontuou.

Com um estilo internacionalmente reconhecido como “Jungle Jazz” há pelo menos oito anos, a artista deixa claro que não pretende mudar sua essência, mas está aberta a ‘surfar’ em novas ondas. De acordo com ela, o ritmo que usa elementos da Amazônia representa um compromisso ético e espiritual firmado desde o momento que decidiu gravar “Arraial do Mundo” em Nova York, no ano de 2012.

"O ‘Jungle Jazz’ traduz a minha ancestralidade de mulher amazônida, que se posiciona diante do mundo, assumindo sem medo a sua própria identidade. Sou viciada em aprender coisas novas e em viver experiências novas também e penso que é possível mostrar algo novo de vez em quando sem precisar abdicar do que já se é”, asseverou.

Karine fala que conheceu a letra de "Vulcão" no final de 2018 e gravou a faixa em fevereiro do ano passado, assim como o clipe. Segundo ela, a conexão com a música ocorreu à primeira vista. “Eu me conectei com essa música de primeira, com o arranjo, a letra. Há algum tempo eu já venho querendo cantar sobre o amor e vi nesse projeto a oportunidade perfeita de falar sobre esse tema e de também experimentar outras cores do meu timbre vocal”, abordou.

Produção

O arranjo da canção é do guitarrista amazonense Gilson de Souza e a mixagem e masterização foi feita pelo produtor Luís Lopes, do C4 Estúdio, em São Paulo (SP). Já a criação do clipe – também desenvolvido na capital paulista – é obra do produtor audiovisual independente Henrique Saunier Michiles.

Como tem uma relação artística e pessoal com Karine e o baterista Ygor Saunier (marido e companheiro de trabalho da artista), Michiles comenta que foi convidado para registrar um show deles no início de 2019 e para realizar o curta-metragem da nova faixa.

Segundo o editor e diretor de fotografia do vídeo, foi uma produção sem roteiro fixo estabelecido, feita em um período bem curto. “Foi basicamente um dia de gravação nas ruas, com as cenas externas, e outro de gravação no estúdio”, destacou.

O clipe pode ser visualizado nas redes sociais de Karine e no Youtube, enquanto a faixa pode ser ouvida nas plataformas de streaming através do podcast “Em Toques” de Gilson Monteiro, espaço exclusivo das experiências em arte do compositor da canção.

Ficha técnica

Composição: Gilson Monteiro
Arranjo: Gilson de Souza
Mixagem e masterização: Luís Lopes (C4 Estúdio, São Paulo, Brasil)
Vídeo: Henrique Saunier Michiles
Filmado em São Paulo (SP)

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.