Quarta-feira, 04 de Agosto de 2021
Agressão

Servidor da prefeitura é afastado após agredir repórter em Itacoatiara

“Vou dizer uma coisa pra ti: se sair uma vírgula falando mal do prefeito Mário Abrahim, uma vírgula, tu vai pega-lhe (sic) uma surra”, disse o agressor antes de derrubar o celular do repórter da Rede Amazônica



9999_197E35FD-F361-49EA-8738-B68200CC612D.jpg Foto: Reprodução/Internet
24/06/2021 às 16:27

O repórter Leandro Marques, correspondente da Rede Amazônica, foi agredido enquanto trabalhava em uma matéria no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Itacoatiara, na manhã desta quinta-feira (24). O agressor foi apontado por Leandro como funcionário do prefeito Mário Abrahim (PSC). O funcionário envolvido no caso foi exonerado, segundo nota da prefeitura do município. 

Em vídeo enviado por Leandro à equipe de reportagem é possível ver o servidor da prefeitura de camisa branca afirmando: “vou dizer uma coisa pra ti: se sair uma vírgula falando mal do prefeito Mário Abrahim, uma vírgula, tu vai pega-lhe (sic) uma surra”. O agressor Lucas golpeia o celular, que é arremessado ao chão.  Mário Abrahim (PSC) é prefeito do município.



Em nota de repúdio e esclarecimento, a prefeitura municipal de Itacoatiara afirmou que repudia o ato de agressão. “Esclarecemos ainda que o Prefeito Mário Abrahim não compactua com qualquer tipo de ameaça ou agressão à liberdade de imprensa”. Ainda segundo a nota, o chefe do poder executivo determinou a exoneração do servidor e a abertura de sindicância para apuração dos fatos e “punição severa de quaisquer envolvidos”. 

Leandro estava trabalhando como vídeo-correspondente no interior do estado. Ele afirmou à equipe de reportagem que acompanhava a entrega de cartões de auxílio-enchente. No CRAS, o repórter disse ter encontrado aglomeração. O jornalista, na companhia do cinegrafista Dorian Verçosa, gravou entrevistas com os presentes no local. “Bati na porta e entrei. Quando saí, surgiram três funcionários da prefeitura, um é assessor do prefeito e consta na folha de pagamento, e começou a me questionar”, afirmou. 

O jornalista disse que os outros dois funcionários da prefeitura presentes começaram a empurrá-lo. Ainda de acordo com Leandro, um dos homens tentou desferir um soco contra o abdômen do jornalista, que apenas o encostou porque o agressor foi segurado por outro indivíduo. “Já fiz o exame e o médico afirmou que não há lesão aparente. Não há vermelhidão no local do golpe, graças a Deus. O quarto indivíduo, que não estava envolvido, segurou-o, tentando amenizar a situação. Fomos expulsos do CRAS. Eu fui à delegacia, em choque, perdido, sem saber o que fazer”. 

Leandro afirmou que registrou um Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia do município e que retornará a Manaus.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas emitiu uma nota de repúdio e se solidarizou com o repórter agredido. 

" A agressão e ameaça de morte realizadas por assessores do prefeito Mário Abrahim contra o repórter Leandro Marques, correspondente da Rede Amazônica de Rádio e Televisão no município de Itacoatiara, no Amazonas. A entidade que representa os jornalistas amazonenses destaca a importância do respeito que as autoridades públicas devem ter ao livre exercício profissional, bem como à liberdade do trabalho da imprensa para que a sociedade possa ser bem informada. A direção do Sindicato solidariza-se com o repórter Leandro Marques, e coloca-se à disposição para acompanhar o desdobramento dos fatos na violência praticada contra o correspondente da rede de comunicação e ao jornalismo", finaliza a nota.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.