Sábado, 23 de Outubro de 2021
Desemprego

Pandemia diminui em quase 10% a participação de negras no mercado de trabalho, diz estudo

Estudo busca investigar as desigualdades por gênero e raça no mercado de trabalho



1011673-11042016_dsc8736-_E2B9CEF1-B5DB-4868-B3F0-70AF0057DAC5.jpg Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
14/08/2021 às 16:36

De acordo com um estudo da Secretária Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação (SMDEIS) do Rio de Janeiro, a pandemia causada pelo novo Coronavírus piorou ainda mais o cenário para mulheres negras que buscam por um emprego. Segundo o estudo, a taxa de participação das mulheres negras no mercado de trabalho caiu nove pontos percentuais (pp) no primeiro trimestre de 2021 em comparação a esse mesmo período do ano passado – passando de 56% para 47%.

Segundo os dados coletados, esta é a maior variação na taxa de participação entre os grupos analisados no estudo. Mulheres brancas tiveram queda de 5,9 pp, a mesma de homens negros, mas ocupam um patamar maior (68,9%). Em relação aos homens brancos, a queda da taxa de participação no mercado foi de 4,3 pp, chegando a 64,5%. Embora representem 22,5% da população em idade ativa (acima de 14 anos), as mulheres negras ocupavam apenas 18% dos postos de trabalho com carteira assinada no primeiro trimestre de 2021.

O estudo busca investigar as desigualdades por gênero e raça no mercado de trabalho, fornecendo dados para subsidiar o desenvolvimento de políticas públicas de qualidade que possam solucionar essa questão.

OPÇÃO REMOTA

O estudo mostrou que que o fechamento das escolas levou muitas mulheres a pararem de trabalhar para ficarem em casa com os filhos. Além disso, os setores nos quais as mulheres negras estão mais concentradas, como emprego doméstico, alojamento e alimentação e serviços pessoais não são possíveis de serem realizados de forma remota.

O desemprego das mulheres negras, que era de 17,6% no último trimestre de 2019, chegou a 22% ao longo de 2020. A queda na ocupação ocorreu para todos os grupos socioeconômicos, sendo mais intensa, entretanto, para a população negra, que perdeu cerca de 20% do total de ocupados, entre o primeiro trimestre de 2020 e de 2021, enquanto os brancos tiveram redução de 8% entre as mulheres e 4%, homens.

O estudo mostra ainda que mulheres negras respondem por 68,2% dos trabalhadores em serviços domésticos, enquanto representam apenas 15,2% nos setores de informação, comunicação e atividades financeiras e 10,8% nas áreas de administração pública, defesa e seguridade social. 

*Com informações da Agência Brasil




Mais de Acritica.com

23 Out
plantacao_de_satelite_001_FC7D87B9-5873-48B7-A680-276E09E7E37D.jpg

Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado

23/10/2021 às 19:26

O Programa Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) recebeu investimento de R$ 50 milhões em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública está sendo usada pelas secretarias de segurança pública de Amazonas, outros 14 estados e do Distrito Federal


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.