Segunda-feira, 19 de Abril de 2021
Mais gás

Novas obras da Cigás ampliam potencial de acesso ao gás natural a milhares de comércios, residências e indústrias

A meta é superar a marca de 6,5 mil unidades consumidoras até o fim de 2021



Sem_t_tulo_D6ACC24C-4E20-4A36-B5A1-92513368CA46.jpg Foto: Divulgação / Cigás
05/03/2021 às 10:22

A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) intensificará as frentes de obras voltadas à expansão da malha de gasodutos em Manaus.  Essa nova etapa de infraestrutura de canalização do insumo irá favorecer o acesso ao gás natural a grande quantidade de estabelecimentos comerciais, residenciais e industriais, além de vários serviços.  

A meta da concessionária, neste ano, é construir 33,7 quilômetros de Rede de Distribuição de Gás Natural (RDGN) e, com isso, superar a marca de 6,5 mil unidades consumidoras até o fim de 2021.



As obras previstas permitirão o fornecimento de gás natural para os bairros Adrianópolis (Conjunto Morada do Sol), Chapada, Dom Pedro, Ponta Negra, São José Operário e ainda, na avenida Boulevard Álvaro Maia e adjacências. A previsão é finalizar essas obras até o próximo mês de julho. 

Além de indústrias, estabelecimentos comerciais e condomínios residenciais verticais, a nova infraestrutura de rede de distribuição de gás natural será construída em localidades onde funcionam serviços essenciais, como unidades hospitalares e supermercados, portanto, a orientação é priorizar também o atendimento desses usuários.  

Segundo o diretor-presidente da Cigás, René Levy Aguiar, mesmo com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, a Companhia conseguiu atingir a marca de 149 quilômetros de rede de gasodutos no ano passado e garantir o abastecimento contínuo de gás natural para todas as unidades consumidoras de Manaus e dos municípios de Anamã, Anori, Caapiranga, Coari e Codajás, com ganhos para a população em termos de economicidade, confiabilidade e segurança no abastecimento.

O diretor técnico comercial da Companhia, Clovis Correia Junior, frisa que o plano de expansão da rede de gás natural envolve estudos de viabilidade técnica e econômica e que as novas obras deverão atender grande número de unidades habitacionais e comércios, que passarão a ter a sua disposição um serviço de qualidade.  

Método não destrutivo – As obras da Companhia são realizadas através do método não destrutivo, com máquina perfuratriz que dispensa a abertura de valas nas vias. O recapeamento asfáltico desse processo ocorre em duas etapas: inicialmente com asfalto a frio e, após a conclusão das obras, com asfalto quente (definitivo). 

Para evitar impactos no trânsito e comércio local, as obras são executadas em horários de baixo fluxo de veículos. Para dúvidas ou manifestações, a Cigás atende por meio do número telefônico 117. Para informações sobre as obras de expansão da Cigás, é só acessar: https://www.cigas-am.com.br/obras

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.