Sábado, 23 de Outubro de 2021
PRÉ-CAMPANHA

Em Manaus, Dória promete revitalização do modelo ZFM

Governador de São Paulo também se comprometeu com a preservação da Amazônia e com a defesa dos povos indígenas



WhatsApp_Image_2021-09-11_at_17.29.42_1FAB6A42-01E1-4EA7-9DCD-95230DEC7174.jpeg Foto: Gilson Mello
11/09/2021 às 16:38

O governador de São Paulo, João Dória se comprometeu com a preservação da Amazônia, da Zona Franca de Manaus (ZFM) e com a defesa dos povos indígenas, durante visita à capital amazonense neste sábado (11), para às prévias do PSDB à presidência.  A afirmação foi feita em entrevista coletiva em um hotel na zona Sul da cidade.

Ao lado do ex-prefeito Arthur Virgílio Neto, que também compete pelo apoio do partido para eleições 2022, o gestor da maior economia do Brasil, fez as suas primeiras promessas de campanhas: o incentivo à compensação de créditos de carbono aos estados que mantenham as suas florestas de pé e a revitalização da ZFM.



“A floresta não é inimiga do homem, a florestas é amiga do homem. Por isso o pagamento sob serviços ambientais tem que ser instituído no Brasil. Se Arthur ou eu formos eleitos, como presidente do Brasil, isso será mandatório. Nós temos que dar compensação ambiental aos estados que mantém a floresta de pé com o pagamento sobre as questões ambientais, sim”,  indicou Dória. 

Com a maior cobertura florestal da brasileira, o Amazonas seria o principal beneficiado com a proposta do tucano. A declaração é feita dias após a divulgação da pesquisa Poder Data que indicando que para 80% dos brasileiros a questão ambiental deve ser prioridade do próximo presidente da República.

A ‘rixa’ antiga da indústria do eixo Sul e Sudeste com as empresas situadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), segundo o tucano, não seria um problema para ele como gestor do estado de São Paulo. Dória, não descartou a possibilidade de realizar mudanças na política de incentivos da ZFM, mas acredita que o diálogo seja o caminho para estabelecer regras justas à essas concessões e enfatizou que condicionaria a manutenção de benefícios às empresas compromissadas com a garantia de investimento na região.

“Eu não vejo nenhum conflito com a ZFM, muito menos conflito entre o estado mais industrializado do país que é o estado de São Paulo e a ZFM. Onde for necessário corrigir regras, fazer ajustes. É o diálogo que constrói. É uma visão construtiva e positiva, moderna e evolutiva que permite isso. Não é o ato de defender a extinção que irá resolver circunstancialmente algum problema que possa existir”, declarou o governador paulista.

Um dos principais antagonistas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Dória não deixou de fazer críticas à política ambiental do atual governo brasileiro que ele considerou “revoltante” e “um desastre completo, lembrado que o Brasil não foi convidado para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26).

“Foram agressões atrás de agressões. O Brasil rompeu o acordo de Paris, virou às costas e não terá o seu ministro de Meio Ambiente, que ninguém sabe qual o nome, na COP, porque não foi convidado e não tem nada a dizer. Seria, aliás, mais um vexame mandar alguém que represente um país que agride o meio ambiente para uma cúpula do clima que preserva o meio ambiente”, cutucou o governador pouco antes de lembrar que o PSDB passou a compor a oposição declarada ao presidente Bolsonaro.

A capital amazonense tem sido alvo de movimentação de presidenciáveis. A visita de Dória ocorre um mês após o presidente Jair Bolsonaro vir ao Manaus para a inauguração do residencial Manauara 2 e no mesmo dia em que a cidade recebe o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para um evento com o prefeito David Almeida (Avante). Quem também esteve na cidade nos últimos meses foi o presidente do PDT, Carlos Lupi. O ex-presidente Lula também deve anunciar uma visita aos amazonenses em breve.

Antes de vir ao Amazonas, o governador de São Paulo passou por Belém, no Pará, onde também teve agenda pelas prévias. Seu retorno a São Paulo está previsto para o final da tarde de sábado.  Além de João Doria e Arthur Virgilio Neto, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o senador pelo Ceará, Tasso Jereissati, também são os pré-candidatos do PSDB às prévias partidárias.

News giovanna 9abef9e4 902c 428b a7c8 c97314664fb7
Repórter
Repórter de A CRÍTICA. Sempre em busca de novos aprendizados que somente uma boa história pode trazer.

Mais de Acritica.com

23 Out
plantacao_de_satelite_001_FC7D87B9-5873-48B7-A680-276E09E7E37D.jpg

Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado

23/10/2021 às 19:26

O Programa Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) recebeu investimento de R$ 50 milhões em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública está sendo usada pelas secretarias de segurança pública de Amazonas, outros 14 estados e do Distrito Federal


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.