Sábado, 19 de Setembro de 2020
BASE ARPÃO

Base naval contra o narcotráfico e pirataria no AM será inaugurada amanhã (4)

Também será entregue a primeira torre de comunicação com rádios móveis e portáteis. Com investimento de R$ 17 milhões do Ministério da Justiça, as estruturas atuarão no âmbito da Operação Hórus



FOTO_Arthur_Castro-Secom_03_0B9D94F3-0CA4-4E59-83B5-209AB315D568.jpg Foto: Divulgação
03/08/2020 às 14:56

O combate ao crime organizado na região fronteiriça será reforçado no Brasil com a Base Arpão (AM), primeira base fluvial da Amazônia Legal no âmbito da Operação Hórus. Com investimento de R$ 17 milhões por parte do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a medida integra as ações do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas – o VIGIA, coordenado pela pasta em parceria com os estados. Será entregue, também, a primeira torre de comunicação com rádios móveis e portáteis. A inauguração será nesta terça-feira (4), na cidade de Iranduba (AM). 

Participam da inauguração o coordenador-geral de Fronteiras da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), Eduardo Bettini, o secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates, o governador do Amazonas, Wilson Lima, e demais autoridades.



A embarcação será atracada no Rio Solimões, entre os municípios amazonenses de Coari e Tefé - uma das principais rotas de escoamento de drogas, como cocaína e skank, produzidas em países vizinhos, principalmente na Colômbia e no Peru. “Essa altura do médio Solimões é considerada um corredor de entorpecentes. Como o crime deságua nessa região e segue para grandes centros urbanos, os agentes de segurança irão fiscalizar embarcações e desencadear ações de combate ao crime organizado”, informa o coordenador-geral de Fronteiras da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), Eduardo Bettini.

Coordenada pelo secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, a Base Arpão vai englobar efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), policiais federais, além de médicos, dentistas e enfermeiros. É um ponto de atuação do Programa Vigia, do Governo Federal.

“Além de desencadear nossas operações policiais, integradas com nossa área de inteligência, aumentaremos nossa capacidade de fiscalização de embarcações. Com isso, teremos um controle mais rigoroso da circulação nos rios, o que também vai inibir a prática de ilícitos”, enfatizou Bonates.

Em conjunto com a Base Fluvial Arpão, o Governo do Amazonas coloca as três lanchas blindadas adquiridas para as operações de interceptação de traficantes. As embarcações foram entregues pelo governador Wilson Lima. Os equipamentos, inéditos para as polícias amazonenses, estão sendo empregados em operações estratégicas desencadeadas a partir de levantamentos de inteligência.

“Mais de 80% dos assassinatos têm relação com o tráfico de drogas, sobretudo nessas questões que acontecem aqui nos rios do Amazonas. No rio Solimões, que é uma rota utilizada por esses traficantes, estamos montando a Base Arpão, nos próximos dias. Estamos estudando também a possibilidade de colocar uma base lá no rio Negro, para que a gente possa, efetivamente, fechar essas entradas e saídas aqui do estado do Amazonas para o tráfico de drogas”, disse o governador.

Estrutura

A Base Arpão comporta cerca de 60 agentes de segurança pública. Para complementar o trabalho de atuação integrada, outras cinco embarcações blindadas e duas lanchas financiadas pelo governo do estado do Amazonas darão apoio na execução para garantir que os criminosos não desviem a rota.

Bettini reforça que a base será um ponto de controle fluvial. “Embarcações serão paradas e revistadas com objetivo de combater o narcotráfico e garantir, ainda, a segurança da população ribeirinha vítima de ataques de piratas que ficam na região para assaltar embarcações com drogas”, explica.

Desde abril de 2019, o VIGIA atua com o objetivo de blindar a entrada no Brasil de armas, drogas e produtos contrabandeados pelos cerca de 16 mil quilômetros de fronteira. O programa conta com operações em andamento nos estados do Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, além das divisas do Tocantins e Goiás.

Há nove meses, desde que chegou ao Amazonas, a atuação permanente do VIGIA contribuiu para o prejuízo de R$ 143 milhões ao crime organizado, sendo R$ 4 milhões relacionados ao crime ambiental. O programa contabiliza, também, a apreensão de 8 toneladas de drogas, 474 armas, 49 embarcações e 123 veículos.

Torres de comunicação

Em parceria com o Exército Brasileiro, será instalada, também, a primeira torre de comunicação com rádios móveis e portáteis na cidade de Iranduba (AM). Outros seis equipamentos desse porte também estão sendo instalados nas cidades de Tabatinga, Benjamin Constant, Tefé, Coari, Santo Antônio de Içá e Parintins. O sistema proporcionará a comunicação e interoperabilidade de excelência entre diversos agentes de segurança pública que atuam na região.

Além do investimento de R$13 milhões, a Seopi/MJSP empregou outros R$4,5 milhões para manutenção do sistema e custeio na aquisição de binóculos termais, óculos de visão noturna, equipamentos de comunicação, comando e controle, bem como sistema de rádio georreferenciado. Até o final deste ano, a Seopi/MJSP vai retomar as agendas com os cursos de capacitação.

Órgãos participantes do 1º Ciclo de Operação da Base Arpão - Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas – SSP/AM; Polícia Militar do Amazonas; Polícia Civil do Amazonas;  Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas; Departamento de Polícia Técnico-Científica;  Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAA;  Departamento de Polícia Federal; Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis – IBAMA e Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública – DFNSP/SENASP.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.