Sábado, 23 de Outubro de 2021
Jovem na Câmara

Adolescente de 14 anos elabora Projeto de Lei para criação de ‘Feira Agroecológica’ em Maués

Criação de PL teve auxílio de especialista na temática e será avaliado por vereadores do munícipio



WhatsApp_Image_2021-09-16_at_15.52.35__1__BA2B259C-AB0E-43DC-B8DB-02E2E3927321.jpeg Foto: Divulgação
16/09/2021 às 16:49

A adolescente e estudante Sandy Albuquerque, de 14 anos, apresenta nesta quinta-feira (16), na Câmara Municipal de Maués, um Projeto de Lei para a criação de uma ‘Feira Agroecológica’ no município. A iniciativa da jovem faz parte do projeto da Câmara intitulado ‘Parlamento Jovem’ e será avaliado pelos vereadores da cidade.

Filha de agricultores, a jovem busca através deste Projeto de Lei, melhorar a feira local, que segundo ela, foi tomada pelos chamados ‘atravessadores’.

“Bem, eu sou filha de agricultores, então eu já trabalhei na feira e tenho essa visão de dentro. A feira atual que temos no nosso município não é das melhores, praticamente os outros comerciantes chamados ‘atravessadores’ estão tomando conta dela, e o poder público não dá a atenção devida a isso. Então pensei em tornar essa a Feira Livre Agroecológica, instituída como uma feira devidamente regularizada, pois ela traz diversos benefícios”, afirma Sandy Albuquerque.

A criação da proposta de PL teve o auxílio de especialistas no tema, como o Engenheiro agrônomo Ramom Morato, de 35 anos, que integra o Projeto Agroecologia nos Municípios e a Rede Maniva de Agroecologia do Estado do Amazonas. Segundo ele, a proposta do Projeto de Lei é que a feira seja incorporada ao calendário municipal, e também receba apoio do poder público da cidade.

“Enquanto alguém que está desde o início da Rede Maniva, eu ajudei na orientação da Sandy, para que a gente pudesse trazer uma demanda coletiva do movimento agroecológico, que é a questão da Feira, que é importante para nós como um espaço de cultura, de comercialização direta sem atravessadores, que valoriza a agricultura familiar e local”, ressalta Romom Morato.

“Uma Feira Livre Agroecológica gera inúmeros benefícios ao município como: Geração de renda, circulação de dinheiro, valorização do agricultor familiar, inclusão de gênero (pois é evidente que a maioria dos feirantes são mulheres), e principalmente valorização dos produtos”, enfatiza Sandy Albuquerque.

Após a apresentação do Projeto de Lei, os vereadores do munícipio serão os que irão decidir se ele fica entre um dos três melhores PL’s apresentados no ‘Parlamento Jovem’, ponto essencial para uma possível aprovação.

INICIATIVA

A iniciativa Agroecologia nos Municípios, da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), tem como objetivo promover, apoiar e sistematizar processos de mobilização e incidência política no nível municipal visando a criação e o aprimoramento de políticas públicas, programas, projetos, leis e experiências municipais importantes de apoio à agricultura familiar e à segurança alimentar e nutricional e que fortalecem a agroecologia.

*Colaborou Michael Douglas.



News b9c859f0 b845 415e 97aa d9fe4eb65dc1 96581f6b 36a1 4a7c a5d9 8f8c56b0b256
Repórter de A Crítica
Amazonense, nascido e criado em Manaus. Graduado em Jornalismo e mestrando em Antropologia Social, ambos pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Mais de Acritica.com

23 Out
plantacao_de_satelite_001_FC7D87B9-5873-48B7-A680-276E09E7E37D.jpg

Geotecnologia apoia investigações sobre crime organizado

23/10/2021 às 19:26

O Programa Brasil M.A.I.S (Meio Ambiente Integrado e Seguro) recebeu investimento de R$ 50 milhões em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública está sendo usada pelas secretarias de segurança pública de Amazonas, outros 14 estados e do Distrito Federal


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.