Sábado, 06 de Março de 2021
'MEDIDAS URGENTES'

STJ determina que juíza federal faça distribuição imparcial do oxigênio no Amazonas

Decisão do presidente em exercício do STJ, Jorge Mussi, foi tomada em ação da própria White Martins e delega à juíza Jaiza Fraxe a função em caráter provisório



WhatsApp_Image_2021-01-20_at_12.27.08_3F7CB365-71B5-4762-AED9-576CB9B2D753.jpeg (Foto: Divulgação / Secom)
20/01/2021 às 12:28

O presidente em execício do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Jorge Mussi, determinou ao Juízo da 1a Vara Federal Cível, que tem como titular a magistrada Jaiza Fraxe, a adoção de medidas urgentes referentes à crise do abastecimento de oxigênio no Amazonas. Entre as medidas, está inclusa a "equânime (ou seja, imparcial) distribuição do oxigênio medicinal solicitado pelos autores das demandas aqui suspensas". 

A decisão foi tomada em ação que tem a própria White Martins como autora. A empresa, principal fornecedora do oxigênio medicinal para o Amazonas, entrou com uma reclamação contra diversas decisões tomadas por varas estaduais e federais que tratavam sobre a crise de distribuição do oxigênio.



A decisão do ministro do STJ tem caráter provisório. Ainda não há informações sobre como deverá ser feita essa distribuição.

A reportagem procurou a White Martins sobre a decisão e o posicionamento será acrescentando tão logo seja enviado.

News whatsapp image 2019 06 22 at 17.28.20 a187bead 9f3c 42a6 86d0 61eb3f792e97
Jornalista de A CRÍTICA
Jornalista de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.