Quinta-feira, 04 de Março de 2021
Toque de recolher

Governador determina toque de recolher no Amazonas

Determinação é tentativa de conter o contágio da Covid-19



show_EUZIVALDO_QUEIROZ_02E2C0F3-69F9-4A18-9FB4-394F28A660D7.jpg Foto: Arquivo A CRÍTICA
14/01/2021 às 12:15

O governador Wilson Lima, decretou na manhã desta quinta-feira (14), toque de recolher para o Amazonas das 19h às 6h como medida urgente de contenção da proliferação da Covid-19 no Estado.

Só poderão circular depois desse horário pessoas que trabalham em serviços essenciais. O governador citou Saúde, Segurança Pública e Mídia. As farmácias, segundo ele, poderão ficar abertas, mas funcionando apenas no sistema de delivery (entrega em domicílio).



De acordo com ele, serão mantidos os transportes de produtos essenciais à vida. Segundo Wilson Lima, para algumas pessoas as medidas anunciadas hoje podem parecer duras, mas elas são necessárias e tem como objetvo proteger a vida das pessoas.

Wilson Lima também falou sobre as medidas emergenciais tomadas em conjunto com órgãos federais para abastecer hospitais locais com oxigênio. Hoje o insumo médico já estava em falta em hospitais da capital.

O governador exaltou o trabalho dos profissionais que estão na linha de frente do combate à pandemia e pediu que os moradores do Amazonas façam sua parte, seguindo orientações de distanciamento e higiene. "A gente está trababalhando para garantir esse atendimento, essa assistência ao paciente. Mas não tem como a gente evitar que uma pessoa passe o vírus para outra. Só você que está ai do outro lado pode fazer isso", disse ele em transmissão ao vivo na manhã desta quinta-feira.

*Mais informações a seguir

** Matéria corrigida às 12h10 para incluir informação de que o decreto do toque de recolher é estadual (na versão anterior reportamos apenas Manaus)

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.