Domingo, 07 de Março de 2021
Vacinação no interior

Doses da Coronavac começam a ser encaminhadas ao interior nesta terça-feira

Plano de distribuição foi definido pelo Governo



Sem_t_tulo_EC074E73-881C-4FAB-A7E1-33F23B03D141.jpg Foto: Divulgação
19/01/2021 às 07:18

O Governo do Amazonas definiu a logística para distribuição de doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19, no interior do Estado. Nesta segunda-feira (18/01), o Amazonas recebeu as primeiras 256 mil doses enviadas pelo Governo Federal, do Instituto Butantan, que serão encaminhadas aos municípios a partir de terça-feira (19/01).

“O interior do Estado tem uma logística muito diversa, então a gente se reuniu, Casa Militar, Polícia Militar, vários órgãos do Governo, para definir como apoiar os municípios para que essa vacina chegue o mais rápido possível”, ressaltou Cássio Espírito Santo, secretário executivo adjunto de Atenção ao Interior da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).



A FVS é responsável pela montagem dos kits de cada município, com o número de doses necessárias para atender os grupos prioritários dessa primeira etapa: trabalhadores de saúde, idosos de 80 anos ou mais, idosos de 75 a 79 anos, pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e população indígena.

“Já conversamos com a FVS, porque como a gente tem que sair com o voo muito cedo, a gente vai fazer a programação dos voos e eles já vão deixar as caixas prontas de acordo com a nossa programação, para que a gente não perca tempo. O avião mais cedo possível e entregar o mais breve possível nos municípios”, enfatizou Cássio.

Expectativa – O prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Sousa, destacou o momento histórico para o Estado. “O Amazonas, o Brasil e o mundo estão felizes nesse dia tão importante, que chega essa esperança para o povo brasileiro, em especial aqui para nós amazonenses, que estamos sofrendo uma consequência maior”, observou.

“Quero agradecer ao Governo Federal e ao nosso governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, por dar prioridade para nosso povo indígena das comunidades e das bases. É um momento que vai acontecer um milagre na nossa vida, um milagre na vida dos povos indígenas, não tem outro remédio a não ser essa vacina, para que tudo melhore e para voltar a nossa vida normal”, acrescentou Clóvis Moreira, prefeito de São Gabriel da Cachoeira, município com a maior concentração de população indígena do Brasil.

Comunidades indígenas – O Distrito Sanitário Especial Indígena de Manaus (Dsei), vinculado à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, distribuirá a vacina para 265 aldeias.

“A Sesai nos deu total apoio para que a gente enviasse esforços na preparação das nossas equipes. Nós estaremos cobrindo 19 polos-base em 16 municípios, com um total de 265 aldeias. A nossa população é de 30.240 indígenas, dos quais 15.300 serão vacinados nesse primeiro momento, ou seja, 100% dos indígenas acima de 18 anos serão cobertos”, enfatizou Januário Neto, coordenador do Dsei Manaus.

Ele informou, ainda, que as equipes dos polos estão preparadas para levar as primeiras doses até as comunidades. “Nós teremos embarcações de grande porte, que serão as bases para que as lanchas de transporte rápido levem as equipes e as vacinas a todas as aldeias. Teremos também os voos necessários para dar suporte e levar essa vacina até lá”, concluiu Januário.

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.