Terça-feira, 22 de Junho de 2021
Lockdown

Autazes decreta lockdown para conter avanço da Covid-19

A iniciativa se justifica por conta da falta de oxigênio, que está chegando no limite os cilindros em uso, e pelo aumento de casos de infectados



show_unnamed_C276F140-DF3A-4BE3-9DB0-5DC2FDFBB609.jpg Foto: Reprodução/Internet
27/01/2021 às 16:39

O prefeito de Autazes (a 108 quilômetros de Manaus), Andreson Cavalcante (PSC), decretou na manhã desta quarta-feira (27), lockdown total no município pelo período de seis dias. A iniciativa se justifica por conta da falta de oxigênio, que está chegando no limite os cilindros em uso, e pelo aumento de casos de infectados.

Há semanas a equipe da Prefeitura de Autazes vem travando uma verdadeira guerra para não deixar faltar oxigênio no município, e sendo flexível com atividades econômicas, para que as famílias possam garantir o sustento. Porém, os casos aumentaram e a falta de oxigênio preocupa a área da saúde, então, a gestão municipal decidiu seguir a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS), decretando isolamento social na tentativa de amenizar a disseminação do vírus.



Hoje, Autazes tem 32 pacientes internados no Centro de Referência, o qual tem capacidade apenas para 30 pacientes. Em tratamento domiciliar, são 40 casos, sem mensurar os suspeitos de infecção. 

De acordo com o Prefeito Andreson, estão autorizados a funcionar apenas drogarias e supermercados, das 8h às 14h, com toque de recolher 24h. "Tivemos que tomar essa decisão para salvar vidas. Temos a confiança de que o isolamento por cinco dias possa reduzir as infecções pelo Covid 19. O distanciamento agora tornou-se fundamental".

Vale ressaltar que está suspenso também o transporte de passageiros tanto fluvial quanto terrestre.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.