Segunda-feira, 24 de Junho de 2019

Juntos e Misturados

Crônicas de Domingo - 17 de Março de 2019


17/03/2019 às 00:00

Semaninha complicada essa ultima! Ela começou com a maior apreensão de armas ilegais de todos os tempos no Rio de Janeiro: 117 fuzis! Pertenciam a Ronnie Lessa, um sargento reformado da PM carioca, suspeito de ser o assassino de Marielle Franco! Foi preso com R$ 70 mil no carro, saindo do condomínio onde morava na Barra, às 4 h e pouco da manhã! Aliás, o mesmo condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro mora. Ronnie também tinha um escritório no Barramares, um escritório especializado em???
Ele e o suspeito de ter dirigido o carro usado no crime, também PM reformado, passaram recentemente uma semana em Angra dos Reis, num imóvel alugado, que deve ter custado uns R$ 50 mil pelo período. Como a casa tinha píer particular, levaram uma lancha sensacional para passear! Não alugaram a lancha! Ela está no nome de outro PM, o mesmo que escondia os 117 fuzis para Ronnie. Fico me perguntando: e aquelas pessoas que foram destruir a placa da rua com o nome da Marielle e postaram fotos na internet? O que elas têm a dizer agora? Estão indignadas? Com o que? Porque elas odeiam tanto Marielle?
A semana continuou com um massacre em uma escola pública em Suzano, na Grande São Paulo.  Um adolescente de 17 anos e um jovem de 25 entraram na instituição e saíram atirando em quem encontraram pela frente. Mataram, feriram e se suicidaram, numa conta que dia a dia atualiza as perdas! Alguém culpou os vídeos games, péssima influência aos jovens, muito violentos!
No dia seguinte à tragédia, o assunto era o massacre! Muitos jovens se solidarizaram com os assassinos, disseram que foram corajosos, que fariam ou que gostariam de fazer igual! Que vídeo game é esse?
A semana passou assim e eu não entendi muita coisa! A gente inevitavelmente fica reflexivo! Antes de dividir com vocês minhas angústias semanais, li uma postagem de alguém que dizia: “se o atirador é latino, construam muros; se é árabe, proíbam os muçulmanos; se é negro, prendam esses bandidos”. E completa: “se o atirador é branco, precisamos rever com urgência os vídeo games malvados que transformam meninos do bem em atiradores”! Deve ser coisa de gente recalcada, minorias que veem racismo e intolerância em tudo, né? As coisas não têm feito muito sentido. Mas elas acontecem e são reais! #Pensa


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.