Sábado, 06 de Março de 2021

Os excessos do fim de ano e a saúde

Fim de ano é tempo de comemorar, mas cuidado com os excessos!


14/12/2020 às 11:25

por Bárbara Melão

- urologista

Apesar dos excessos relacionados à bebida e alimentação serem sempre associado às doenças cardiovasculares, cada vez mais os estudos mostram que eles também podem afetar o sistema urinário e o organismo como um todo.

A síndrome metabólica (que tem como componentes a hipertensão arterial, colesterol alto, triglicérides alto, resistência à insulina e obesidade) está relacionada a um crescimento prostático mais pronunciado e à maior gravidade dos cânceres de próstata nesses indivíduos. 

Além disso, o excesso de sal é fator de risco para desenvolvimento de cálculos nos rins, problema de saúde cada vez mais prevalente pelos maus hábitos de vida da população. É importante sabermos que alguns alimentos têm alto teor de sal, como alimentos embutidos, enlatados, congelados e temperos prontos e, portanto, devem ter seu consumo evitado ou limitado.

Em relação às bebidas alcoólicas, mesmo o vinho, tido por alguns como uma bebida “saudável”, deve ser consumido com moderação. Apesar do vinho ter resveratrol, um antioxidante que realmente traz benefícios à saúde, não existe dose de álcool considerada segura para consumo regular.  

As festas de fim de ano estão chegando, tempos de confraternizações (mesmo que diferentes em tempos de pandemia), mas lembre-se que a saúde não tira férias. Não é preciso nenhum radicalismo. Se você teve bons hábitos alimentares e de saúde ao longo do ano, não serão pequenos excessos que prejudicarão sua saúde. É possível aproveitar sem se privar e sem se exceder!


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.